domingo, 1 de fevereiro de 2015

Zezinho Albuquerque é reeleito presidente da Assembleia Legislativa do CE

O deputado estadual Zezinho Albuquerque (Pros) foi reeleito presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Ceará para o biênio 2015/2016. A votação da nova Mesa Diretora foi realizada neste domingo (1°) após a sessão preparatória de posse dos 46 deputados estaduais eleitos em outubro de 2014 no Plenário 13 de Maio. O governador Camilo Santana e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, participaram da solenidade.
A chapa única foi eleita por 42 votos a favor e quatro contra. A nova composição da Mesa Diretora agrupa parlamentares reeleitos e novatos, além de integrantes das bancadas de situação e de oposição na Casa. Além de Zezinho Albuquerque (Pros), compõem a nova Mesa Diretora: Tin Gomes (PHS), como 1º vice-presidente; Danniel Oliveira (PMDB), 2º vice-presidente; Sérgio Aguiar (Pros), 1º secretário; Manoel Duca (Pros), 2º secretário; João Jaime (DEM), 3º secretário; Joaquim Noronha (PP), 4º secretário; Ely Aguiar (PSDC), Aderlânia Noronha (SD) e Robério Monteiro (Pros), suplentes.
A composição da Mesa Diretora contempla três blocos partidários e o PMDB. Um dos blocos constituídos, formado por Pros, PT, PCdoB e PSD, que conta com 18 deputados. Na sequência, o bloco PV- PSDC- PTN-PRP-PSC-PHS-PRB-SD-DEM, que reúne dez membros. PDT, PP, PSL e PEN estão na terceira colocação, com sete parlamentares, seguidos pela bancada do PMDB, com seis deputados. Os partidos do PR, PSDB, PPS e Psol não possuem componente na direção da Casa.
Zezinho Albuquerque foi eleito, pela primeira vez, presidente da Assembleia Legislativa para o biênio 2013-2014. O deputado estadual também já ocupou os cargos de 1º secretário, 2º vice-presidente, 3º secretário e 2º secretário e participou de diversas comissões técnicas como a de Constituição, Justiça e Redação; Orçamento, Finanças e Tributação; Trabalho, Administração e Serviço Público; e Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semi-Árido.
29ª Legislatura
Após a eleição da chapa única, o presidente da AL convocou os demais membros para compor a Mesa e instalou a 29ª legislatura da Casa.  Foram empossados os suplentes que vão exercer os mandatos no lugar de Ivo Gomes (Pros), secretário de Cidades, David Durand (PRB), secretário dos Esportes, e Osmar Baquit (PSD), secretário da Pesca.
No lugar dos secretários estaduais, foram empossados Leonardo Pinheiro (PSD), Professor Teodoro (PSD) e Fernando Hugo (SD). Mirian Sobreira (Pros), convocada para a pasta de Política sobre Drogas, só poderá se licenciar quando o governador Camilo Santana enviar à Casa a reforma administrativa criando a secretaria. No lugar dela, assumirá Rachel Marques (PT).
Primeira sessão
Nesta segunda-feira (2), às 10h, será realizada Sessão Solene de Instalação da Primeira Sessão da 29ª Legislatura. O governador Camilo Santana estará presente para ler a mensagem governamental com as ações que pretende realizar em 2015. Na terça-feira (3), será realizada a primeira sessão ordinária.

(G1)

513 deputados são empossados na Câmara Federal

A Câmara dos Deputados realizou a primeira reunião preparatória na manhã deste domingo (1º) para dar posse aos 513 deputados, eleitos em outubro.
O deputado Miro Teixeira (Pros-RJ) presidiu os trabalhos por ser o mais idoso entre os com maior número de mandatos. Todos os 513 deputados prestaram o compromisso de “defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.
Entre os empossados, 289 são deputados reeleitos, 26 já tiveram mandato em algum momento e 198 são novos deputados – que chegam à Câmara Federal pela primeira vez. Após a cerimônia de posse, os deputados terão até as 13h30 para registrarem a formação de blocos parlamentares na Secretaria-Geral da Mesa Diretora (SGM). Às 14h30, ocorre a primeira reunião de líderes para definir quais partidos ou blocos ocuparão quais cargos na Mesa Diretora, que é composta pela Presidência da Câmara dos Deputados, duas vice-presidências, quatro secretarias e igual número de suplências. Todos têm mandato de dois anos.
Candidatos à Presidência da Câmara
Até agora, quatro parlamentares registraram candidaturas à Presidência da Casa: Arlindo Chinaglia (PT-SP), Chico Alencar (Psol-RJ), Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Júlio Delgado (PSB-MG). Os nomes para os demais cargos devem ser definidos na reunião de líderes de domingo. O prazo final para o registro das candidaturas na SGM se encerra às 17 horas, e a eleição da Mesa começa às 18 horas.
Senado
No Senado os 27 senadores eleitos em outubro do ano passado irão tomar posse às 15h para exercerem o mandato até 2023. Em seguida será realizada a eleição da Mesa (que inclui ainda duas vice-presidências e quatro secretarias, além de vagas de suplentes).
Os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Luiz Henrique (PMDB-SC) disputam a Presidência do Senado para o biênio 2015-2016.
Com informações da Agência Câmara

Ciro terá comando da Transnordestina por silêncio sobre fim da refinaria no Ceará

Quem conhece Ciro Gomes (PROS) sabe de seu estilo político de não medir palavras e vociferar até mesmo contra aliados. Estranhamente, o ex-ministro e líder do clã Ferreira Gomes, até o momento, não se pronunciou sobre o polêmico fim do projeto de instalação da Refinaria Premium II, da Petrobras, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, no Ceará.

Em novembro de 2013, durante palestra proferida em São Luiz, Ciro já previa o não cumprimento dos acordos firmados com a Petrobras, que também dava como certa a instalação da Refinaria Premium I, em Bacadeira, no Maranhão. Para ele, a petroleira estava “enrolando” os maranhenses e os cearenses. A descapitalização da estatal não permitia o andamento dos projetos e a direção não aceitava a parceria com empresas internacionais interessadas em assumi-los. Em 2014, ano de eleição ao Governo do Estado e à Presidência da República, o então secretário da Saúde do Ceará não tocou no assunto.

Para os analistas políticos, a promessa do comando de outra grande obra do Governo Federal, que também segue por caminhos incertos pelo Nordeste, calou o brado de Ciro. O cearense é cotado para assumir as obras da Transnordestina, ferrovia, controlada pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que deverá ligar o sertão brasileiro aos portos de Suape (PE) e Pecém (CE). O salário previsto para o posto é de R$ 250 mil mensais.

No último dia 23 de janeiro, o jornal o Estado de S. Paulo publicou a matéria “Ciro Gomes começa a trabalhar na CSN em fevereiro”, na qual relata a estreita relação entre o político e a empresa, que chegou a colaborar com as campanhas dele à Presidência, em 2002, e à Câmara dos Deputados em 2006. A notícia confirmou a ida de Ciro para a “iniciativa privada”, mas não anunciou o cargo que ele ocuparia na siderúrgica.

Ciro está ligado à Transnordestinda desde 2004, quando ocupou o Ministério da Integração Nacional e encabeçou a elaboração do protocolo de intenções para a realização da nova ferrovia, assinado pelo então presidente Lula, em novembro de 2005, durante cerimônia em Fortaleza.


(Ceará News7)

Deputados eleitos tomam posse neste domingo e elegem nova direção da Assembleia Legislativa do Ceará

A Assembleia Legislativa do Ceará realiza neste domingo (01/02), a partir das 10h, no Plenário 13 de Maio, a cerimônia de posse dos deputados eleitos em outubro de 2014. Antes, às 8h30min, será realizada uma celebração ecumênica no auditório Deputado João Frederico, no anexo II. A sessão preparatória de posse será presidida pelo deputado Zezinho Albuquerque (PROS). Em seguida, haverá outra sessão, também preparatória, na qual será eleita a nova Mesa Diretora para o biênio 2015/2016.

De acordo com o cerimonial da AL, foram distribuídos 1.800 convites a autoridades e convidados dos deputados, que poderão assistir à cerimônia de posse no plenário ou em telões espalhados por diversos pontos da Casa. O número de convites é limitado pela estrutura física da Casa.

Dos 46 parlamentares que vão atuar nos próximos quatro anos, 24 vão estrear na Casa. Segundo o diretor do Departamento Legislativo, Carlos Alberto Aragão, todos os deputados eleitos já entregaram a documentação necessária para efetivação de seus mandatos, o que inclui declaração de rendimentos, diploma eleitoral e nome parlamentar. Até sexta-feira, a Casa deve encaminhar a lista dos nomes parlamentares escolhidos, bem como a sigla que cada um representa, para publicação no Diário Oficial do Estado.

Nas duas sessões o painel listará em ordem alfabética o nome dos deputados da nova legislatura, já que, na ocasião, não terá sido definida a composição da nova Mesa. Os retratos dos parlamentares da atual Mesa Diretora permanecerão no hall de entrada do plenário até que sejam produzidas as fotografias dos novos membros.

MESA DIRETORA
A eleição da nova Mesa Diretora acontece logo após a sessão de posse. Nessa segunda sessão, o presidente Zezinho Albuquerque concederá a palavra a um parlamentar que, pela ordem, irá requerer o registro da chapa única ou das chapas que irão disputar os assentos da Mesa.

Deferido o registro das chapas, inicia-se a votação. Embora a Assembleia utilize a impressão digital para registrar os votos, nessa primeira votação será usada senha numérica, uma vez que a Casa ainda não fez o registro biométrico dos novos deputados. O processo de votação será secreto e os parlamentares irão votar sim ou não para a chapa candidata.

Eleita a chapa, o presidente escolhido convocará os demais membros para compor a Mesa, instalará a 29ª legislatura da Casa e procederá a posse dos suplentes que exercerão os mandatos no lugar de Ivo Gomes (Pros), secretário de Cidades, David Durand (PRB), dos Esportes, e Osmar Baquit (PSD), da Pesca.

No lugar dos secretários, serão empossados Leonardo Pinheiro (PSD), Professor Teodoro (PSD) e Fernando Hugo (SD). Mirian Sobreira (Pros), convocada para a pasta de Política sobre Drogas, só poderá se licenciar quando o governador Camilo Santana enviar à Casa a reforma administrativa criando a secretaria. No lugar dela, assumirá Rachel Marques (PT).

Empossados os suplentes, o presidente irá convocar os parlamentares a comparecer a Casa no dia seguinte, às 10h, para a Sessão Solene de Instalação da Primeira Sessão da 29ª Legislatura. Camilo Santana estará presente para ler a mensagem governamental com as ações que pretende realizar em 2015. Na terça-feira, será realizada a primeira sessão ordinária.
(AL)

Eduardo Cunha diz contar com apoio de 9 partidos na disputa pela Câmara

O candidato à presidência da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou na tarde deste sábado (31) contar com o apoio formal de 9 partidos para a disputa pelos cargos da Mesa Diretora. Além do próprio PMDB, o bloco reúne PRB, Solidariedade, PP, PTB, DEM, PHS, PEN e PSC. Em conjunto, os partidos somam cerca de 220 deputados, mas como a votação é secreta, é possível que nem todos votem de forma unânime no peemedebista.

O anúncio do bloco foi feito após o PP (que tem 38 deputados) decidir apoiar formalmente Eduardo Cunha na eleição. O candidato foi à liderança do partido agradecer o apoio e informar sobre quais deputados aliados dividirão postos da Mesa caso ele seja vencedor. Na eleição, o grupo partidário vencedor tem prioridade na escolha dos cargos e do comando de comissões.
Ao falar dos partidos, que incluem governistas e oposicionistas, Cunha disse que a “mistura” mostra perfil de “independência” do Planalto que sua própria candidatura representa.

Esse bloco de eleição visa justamente consolidar essa independência. Porque ele não tem cara de oposição nem tem cara de ser submisso ao governo. São pessoas que se reuniram, discutindo a Casa, discutindo a essência do Poder Legislativo e buscando uma proposta comum para a gestão do Legislativo política e administrativamente”, afirmou, aplaudido por colegas.
O bloco formado não necessariamente deverá se manter unido para atuação parlamentar durante a legislatura. Ele se forma, por enquanto, somente para a disputa do comando da Câmara.

Pelo acordo firmado entre os partidos, o PP terá como representante na Mesa o deputado Waldir Maranhão (MA); o PTB indicará o deputado Alex Canziani (PR); o PRB será representado pelo deputado Beto Mansur (SP).
Outro bloco já anunciado para a disputa pelos postos da Mesa é formado pelo PSDB, PPS, PSB e PV, que reúnem 106 deputados em apoio ao deputado Júlio Delgado (PSB-MG). Outro bloco em gestação está sendo articulado pelo PT, em torno da candidatura de Arlindo Chinaglia (PT-SP), que já conta com a adesão do PR.

Com G1

sábado, 31 de janeiro de 2015

Crato-CE: Alunos das escolas municipais consumiram merenda estragada durante o ano de 2014

O prefeito do Crato, Ronaldo Gomes de Matos, vai ter que se explicar ao Tribunal de Contas dos Municípios e aos pais de alunos das escolas do município.
Durante inspeção do TCM,em 2014, em escolas do Crato foi constatado que os alunos consumiram merenda escolar estragada. Em mais de uma escola foi encontrado feijão com insetos e grãos estragados.A amostra foi colhida de um estoque de quase três toneladas.

Por Roberto Moreira - Diário do Nordeste

ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO: Governo do Ceará gasta R$ 2milhões com estrada para beneficiar cervejaria de Cid Gomes

A edição desta semana da revista Época traz, como uma de suas matérias especiais, uma reportagem que apresenta indícios de favorecimento do ex-governador do Ceará e atual ministro da Educação, Cid Gomes, em contratos bancários e obras públicas na cidade de Sobral, onde ele possui um terreno, hoje alugado para a Cervejaria Petrópolis, dona da marca Itaipava.

Para que o negócio fosse fechado, Cid, por meio de sua empresa, Corte Oito Gestão e Empreendimento, recebeu R$ 1,3 milhão do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), com condições de crédito diferenciadas, e o Governo do Estado investiu R$ 2 milhões para pavimentar os 2 quilômetros da estrada que leva aos galpões erguidos para garantir a tranquilidade da vida futura do líder político do grupo comandado pelos Ferreira Gomes.



Leia a reportagem na íntegra da Revista Época, Edição 869, 31/01/2015




A empresa do ministro da Educação recebeu tratamento privilegiado do Banco do Nordeste
O ministro da Educação, Cid Gomes, conseguiu um empréstimo no BNB, com juros abaixo do valor de mercado, quando era governador do Ceará.

Em 18 de novembro de 2013, o então governador do Ceará e atual ministro da Educação, Cid Gomes, deixou Fortaleza rumo a Sobral para participar da inauguração da segunda agência do Banco do Nordeste, o BNB, em sua cidade natal. No palanque da foto acima, improvisado em frente à nova agência, Cid elogiou a política de juros baixos do banco. “Se a gente não tiver crédito e um crédito bom, um crédito barato, um crédito que estimule quem está começando, de nada vai adiantar o saber fazer ou a boa vontade. É aí que entra o Banco do Nordeste. É aí que entra essa segunda nova agência aqui em Sobral”, disse. Tão logo terminou a cerimônia, Cid comentou com alguns dirigentes do banco que ele poderia largar a política depois de deixar o governo estadual. Disse que queria se tornar um empreendedor. Precisava pensar no futuro. Sem delongas, Cid correu ao guichê da gerente do banco recém-inaugurado. Queria informações sobre linhas de crédito, taxas de juros e prazo de pagamento de empréstimos – e confirmar se tudo o que falara no discurso minutos antes era verdade mesmo. Começava ali a aventura de Cid rumo ao empreendedorismo.

Dois meses depois, Cid pediu ao BNB mais informações sobre as condições de empréstimos. Sem pestanejar, no dia 21 de janeiro, a gerente do banco em Sobral, a mesma que atendeu Cid solicitamente na cerimônia de inauguração da agência, transmitiu por e-mail ao superintendente do banco no Ceará, João Robério Messias, informações sobre um pedido de financiamento para a construção de galpões numa região remota de Sobral. A gerente cobrava celeridade do chefe para dar pronta resposta ao cliente. Messias logo mostrou a eficiência do BNB. No dia seguinte, encaminhou as informações do pedido a dois diretores do banco. Num e-mail, Messias fez questão de frisar: “Esse pleito é de empresa no nome do governador Cid Gomes, que iniciou negociação esta semana” (leia o e-mail). Não precisava dizer mais nada. O BNB, banco do governo federal voltado para financiar o desenvolvimento do Nordeste, estava pronto para financiar a empresa do governador Cid.



governador ficou animado. Não estava fácil empreender em Sobral. Cid finalmente arranjara uma serventia para um terreno que comprara em 1996 – e estava abandonado. Em 2013, já mandara asfaltar uma estrada que dava acesso ao lote. Nada de buracos e curvas acentuadas. A estrada ficou um tapete, bem sinalizada. O dinheiro para a obra? Veio do governo do Estado, então administrado por Cid Gomes. Foram quase R$ 2 milhões para pavimentar os 2 quilômetros da estrada.

Tudo caminhava bem, mas Cid esbarrou num problema que pôs em risco seu sucesso no mundo dos negócios. Não havia previsão no zoneamento de Sobral para que seu terreno pudesse abrigar o empreendimento pretendido. Cid, então, teve de apelar ao Conselho Municipal do Plano Diretor, ligado à administração de Veveu Arruda, do PT, prefeito de Sobral e seu antigo aliado. Veveu, marido da atual vice-governadora, também comparecera à festa de inauguração da segunda agência de Sobral. A despeito da contestação de um integrante do conselho, que questionou a legalidade do projeto de Cid ser discutido por aquele órgão, o obstáculo do governador foi superado rapidamente. Poucos dias depois, Cid recebeu a licença para tocar o empreendimento.

No final de maio do ano passado, superadas as burocracias, Cid se tornou sócio do engenheiro Ricardo Sérgio Farias – amigo antigo dos tempos do colégio primário – na empresa Corte Oito Gestão e Empreendimento. No mês seguinte, a Corte Oito pediu oficialmente o empréstimo ao BNB. Em agosto, veio a boa notícia para Cid e seu sócio. O BNB aprovara um pedido de R$ 1,3 milhão para que a Corte Oito erguesse os galpões e os alugasse. E o melhor: juros de 6,5% ao ano, abaixo do valor de mercado – como é normal num banco de fomento. E com a primeira parcela de pagamento da dívida só em março de 2016. As parcelas também são a perder de vista. Se tudo correr bem, Cid só acabará de pagar o empréstimo em 2023. ÉPOCA perguntou ao presidente do BNB, Nelson de Souza, se ele considerava normal um governador pedir dinheiro emprestado a um banco público. Ele titubeou e disse: “Prefiro não responder a essa questão... Mas não é proibido”. O superintendente do BNB no Ceará, João Robério Messias, que estava na festa de inauguração da segunda agência em Sobral, é mais cordato com políticos. “Como se trata de uma operação do governador do Estado, eu acompanhei de perto até a sua concretização. Ele não teve privilégio. Eu acompanho todas as operações do banco. Mas você há de convir da representatividade da pessoa. É uma empresa do governador do Estado”, disse. “Não existe nenhum problema. É relacionamento.

Chegara o momento de a empresa de Cid receber o dinheiro, aplicar no projeto e lucrar com o retorno do investimento. No caso, com o aluguel do galpão. Cid e seu sócio já tinham acertado o aluguel meses antes, em janeiro de 2014, para a Cervejaria Petrópolis, fabricante da cerveja Itaipava. A despeito de o terreno de Cid ficar numa área isolada e pouco urbanizada, a Itaipava preferiu alugar seu galpão a se instalar no distrito industrial, localidade atendida por infraestrutura de qualidade, onde outras grandes empresas ficam. A Itaipava ainda topou pagar R$ 36 mil todos os meses para a empresa de Cid.

Há cerca de 60 dias, a Itaipava assumiu o galpão e o pintou com as cores da cervejaria. Só não começou ainda a pagar o aluguel por reclamar de alguns problemas na obra, principalmente no acabamento.

Na edição da semana passada, ÉPOCA mostrou como a Cervejaria Petrópolis foi beneficiada pelo Banco do Nordeste, durante as eleições do ano passado. Após ter recebido o benefício, a cervejaria, pertencente ao empresário Walter Faria, fez doações de R$ 17,5 milhões à campanha da presidente Dilma Rousseff. Tornou-se, assim, o quarto maior doador da campanha petista. Um outro empréstimo, de R$ 472 milhões, destinado à construção de uma unidade da cervejaria em Pernambuco, também deverá dispensar a garantia da carta-
fiança. Após a publicação da reportagem, a Procuradoria da República no Estado do Ceará abriu uma investigação para apurar possíveis irregularidades na concessão dos dois empréstimos à cervejaria, que somaram quase R$ 830 milhões – e na operação que dispensou a fiança. Os procuradores também solicitaram à Polícia Federal a abertura de inquérito e ao Tribunal de Contas da União uma investigação aprofundada.  O TCU já identificara anteriormente outras irregularidades no BNB.

Procurada pela reportagem, a Cervejaria Petrópolis afirmou, por meio de nota, que seu proprietário, o empresário Walter Faria, não conhece o ministro Cid Gomes. Confirmou ter uma revenda em Sobral alugada pela Corte Oito e que as negociações para a instalação do centro de distribuição foram feitas por uma equipe técnica.

O prefeito de Sobral, Veveu Arruda, afirma que Cid jamais pediu a ele que interferisse na mudança de destinação de seu terreno nem que incentivasse a Cervejaria Petrópolis a se instalar na cidade. Arruda disse que a ideia de asfaltar a estrada que dá acesso à cervejaria surgiu na prefeitura. “O trecho encurta em 40% o acesso a uma estrada estadual, beneficiando a população de algumas localidades e tornando o trânsito mais seguro.

O presidente do Banco do Nordeste, Nelson de Souza, disse que jamais tratou do empréstimo com o ministro Cid Gomes e que ele foi aprovado dentro das regras do banco. O diretor Luiz Carlos Everton e o ex-diretor Fernando Passos, copiados no e-mail, negaram favorecimento no caso do pedido de Cid. Por duas semanas seguidas, a reportagem de ÉPOCA tentou entrevistar o ministro. Diante da negativa, encaminhou perguntas relativas ao empréstimo. O ministro afirmou que não iria se pronunciar e pediu que seu sócio, Ricardo Sérgio Farias, fosse procurado. Farias disse que conduziu o acerto do aluguel com a Itaipava e submeteu o pedido de empréstimo ao BNB. Afirmou que a operação é absolutamente regular.

Em entrevista ao jornal O Povo, em setembro do ano passado, Cid disse que estava pensando no futuro: “Tem um terreno que comprei quando era deputado estadual, peguei um financiamento do Banco do Nordeste, fiz uma estrutura e aluguei, e isso vai dar uma tranquilidade para minha vida futura”. Nada como ser amigo do gerente.

Fonte: Ceará News7 e Revista Época, Edição 869, 31/01/2015

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Eunício é reconduzido à liderança do PMDB por unanimidade

Em reunião nesta sexta-feira (30), a bancada do PMDB decidiu, por unanimidade, pela recondução do senador Eunicio Oliveira (CE) à Liderança do partido no Senado. O cearense segue por mais dois anos à frente da maior bancada partidária na Casa, com apoio de todos os parlamentares.
Eunício manifestou disposição em continuar trabalhando pela unidade e o fortalecimento do partido, colocando em pauta discussões defendidas pela população como reforma política, manutenção de direitos trabalhistas e ações de incentivo à economia nacional.
O líder ainda defendeu uma agenda de debates com os seis ministros peemedebistas (Agricultura, Minas e Energia, Turismo, Pesca, Secretaria dos Portos e Aviação Civil) tornando as ações desenvolvidas em cada pasta de conhecimento geral e incentivando a construção de projetos que possam colaborar com cada área.
Na reunião, 15 dos 19 senadores do PMDB manifestaram apoio à indicação do senador Renan Calheiros (AL) como representante do partido na eleição para presidência da Casa, no próximo domingo. Assim como determina o regimento, o partido com a maior bancada no senado deve indicar o nome que disputará o cargo.
Na tentativa de unificar a legenda, Eunício informou que buscou diálogo com todos os parlamentares até o último minuto antes da reunião, fazendo referência a candidatura avulsa do senador Luiz Henrique (SC).
Como líder, passei esses últimos dias tentando fazer o entendimento para a unificação da bancada. O líder do partido tem esse dever de mediar essas manifestações que são democráticas”, disse.
Como candidato a reeleição, Renan Calheiros recordou as últimas ações desempenhadas a frente da presidência do Senado, inclusive citando a modernização da casa, as iniciativas de aproximação do parlamento com a sociedade, mecanismos de transparência e economia de gastos.
Para os próximos dois anos, o indicado do PMDB defendeu a independência do poder legislativo, o equilíbrio entre os poderes da república e a garantia do direito fundamental de manifestação e representação dos partidos opositores. “O protagonismo do Senado será notado pela candidatura que defende o equilíbrio e que luta pelo fortalecimento do parlamento”, assegurou.
A eleição para presidente do Senado acontece após a posse dos novos senadores, marcada para às 15 horas. O novo presidente da Casa precisa ser eleito por maioria simples do totl de senadores presentes ao processo de votação secreta.
Bancada Feminina
As mulheres peemedebistas foram destaque na reunião desta sexta-feira. Eunício fez questão de apresentar aos colegas parlamentares as três novas senadoras que serão empossadas do domingo. Rose de Freitas (ES), Simone Tebet (MS) e Sandra Braga (AM), além da reeleita Kátia Abreu (TO), segundo o líder, “fazem parte da renovação da bancada e reafirmando a pauta pela ampliação dos direitos, defesa e maior espaço de representação das mulheres”.
Bancada também definiu o nome do Senador Renan Calheiros (AL) como candidato à presidência do Senado.
(Assessoria) 

Ministério Público do Ceará ajuíza duas ações em Lavras da Mangabeira referentes à ausência de DEMUTRAN

O Ministério Público do Estado do Ceará ingressou ontem (29) com uma ação civil pública em desfavor da Prefeitura de Lavras da Mangabeira para pedir que o Município seja condenado a incluir na próxima previsão orçamentária a destinação de verba necessária à implantação efetiva do Departamento Municipal de Trânsito (DEMUTRAN) e da Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI). O documento é assinado pelo promotor de Justiça Leonardo Marinho de Carvalho Chaves.
Já havia sido firmado um acordo extrajudicial com o prefeito para que o Demutran fosse implantado efetivamente até abril de 2014. Atendendo a um pedido do próprio gestor, o MPCE prorrogou o prazo, estabelecendo a data-limite de 10 de maio de 2014, mas novamente a promessa não foi cumprida. Para o MPCE, a situação é preocupanete porque o trânsito municipal é considerado caótico, sem sinalização e sofre com a ausência de fiscalização, o que acarreta inúmeros acidentes e mortes no cotidiano da Cidade.
Cabe ressaltar que já existe uma lei municipal, sancionada em maio de 2012, que cria oficialmente o DEMUTRAN e a JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infração), no entanto, a atual administração permanece sem efetivar a legislação. Com base na Lei nº 243/2012, o MPCE pede, então, que seja providenciado um prédio para a instalação dos órgãos e que esses serviços sejam não somente criados, mas aparelhados com os equipamentos necessários e com servidores públicos capacitados.
Paralelamente, o MPCE ajuizou, na mesma data, uma ação civil pública executiva contra o prefeito de Lavras da Mangabeira, Gustavo Augusto Lima Bisneto, pelo descumprimento do acordo firmado em 2013 para a implantação dos órgãos citados. Na ação, o MPCE pede que ele seja condenado a pagar uma multa no valor de R$ 259 mil.
Fonte: Ascom

Eunício agenda reunião do PMDB para definir candidato à presidência do Senado

O líder do PMDB agendou para esta sexta (30), reunião para definição de nome que irá representar o partido na eleição para presidência do Senado
Os parlamentares retomam neste domingo (01) os trabalhos no Congresso Nacional com a posse dos novos senadores e deputados eleitos em outubro de 2014, quando também serão eleitos os presidentes das duas casas e os membros que irão compor a mesa diretora. No senado, a sessão está marcada para as 15 horas. O líder do PMDB, senador Eunício Oliveira (CE) acompanhará a abertura da 55ª Legislatura, prestigiando os novos senadores do PMDB e da Bancada da Maioria que chegam ao Senado.
Eunício também coordenará nesta sexta-feira, às 17h, na Liderança do PMDB, reunião da legenda para definição do nome que irá representar o partido na eleição para presidir os trabalhos do Senado. De acordo com o regimento, a bancada com o maior número de representantes tem direito a indicar o presidente da Casa.
Na ultima eleição, 27 senadores foram eleitos ou reeleitos para ocuparem uma vaga no Congresso, sendo cinco do PMDB. São eles: Rose de Freitas (ES), Simone Tebet (MS), José Maranhão (PB), Dário Berger (SC) e Kátia Abreu (TO), esta última empossada como Ministra da Agricultura pela presidente Dilma Rousseff e será substituída pelo seu suplente, Donizeti Nogueira (PT).
Também serão empossados neste domingo os senadores: Gladson Camelli (PP-AC), Fernando Collor (PTB-AL), Omar Aziz (PSD-AM), Davi Acolumbre (DEM-AP),Otto Alencar (PSD-BA), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Reguffe (PDT-DF), Ronaldo Caiado (DEM-GO),Roberto Rocha (PSB-MA), Wellington Fagundes (PR-MT), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Paulo Rocha (PT-PA), Álvaro Dias (PSDB-PR), Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), Elmano Férrer (PTB-PI), Romário (PSB-RJ), Fátima Bezerra (PT-RN), Lasier Martins (PDT-RS), Acir Gurgacz (PDT-RO), Telmário Mota (PDT-RR), Dário Berger (PMDB-SC), José Serra (PSDB-SP) e Maria do Carmo (DEM-SE).

Ministério Público do Ceará pede dados sobre gastos no projeto abandonado de refinaria

O Ministério Público do Estado do Ceará informou nesta quinta-feira (29) que enviará  na próxima semana um ofício ao Governo do Estado do Ceará solicitando esclarecimentos sobre o valor investido pelo Estado para receber a Refinaria Premium II.
O objetivo, segundo o MP, é identificar se havia um contrato entre Governo e Petrobras e se, por conta desse compromisso, o Governo realizou os investimentos em infraestrutura ou se não havia nenhum contrato e se houve antecipação de gasto por parte do Governo, o que possivelmente caracterizaria um caso de improbidade administrativa.
O MP quer também identificar se o Governo usará a infraestrutura atual com algum outro objetivo e se pedirá ressarcimento à Petrobras. O Governo do Estado do Ceará não informou o quanto foi investido no projeto da refinaria. Segundo relatório da Petrobras, o projeto da Premium II já recebeu gastos de R$ 596 milhões.
Governo repudia decisão
O Governo do Estado do Ceará repudiou na noite desta quarta-feira a decisão da Petrobras de desistir da refinaria Premium II, cuja instalação estava prevista para ocorrer no litoral do Ceará. Em nota, o Governo do Ceará classifica a viabilização do empreendimento como “um sonho do povo cearense e importante vetor de desenvolvimento local e regional”.
A estatal informou no balanço do terceiro trimestre, divulgado na madrugada desta quarta, que as duas refinarias Premium, no Ceará e Maranhão, não sairão do papel, geraram uma baixa contábil de R$ 2,707 bilhões: R$ 2,111 bilhões da Premium I e R$ 596 milhões, da Premium II.
Essa atitude representa uma quebra unilateral do compromisso firmado com o estado e configura um desrespeito da empresa com o povo cearense”, diz o Governo do Estado. O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), diz ter recebido a notícia com “surpresa e indignação” e solicitou uma audiência com Dilma Rousseff, “Uuma vez que o Ceará cumpriu todos requisitos para a implantação da refinaria”.
A conclusão da refinaria foi uma das promessas de campanha de Camilo Santana em 2014. “O Governo afirma que continuará lutando e empreendendo todos os esforços para viabilizar este importante projeto”, afirma.
Balanço do trimestre
O lucro líquido da Petrobras foi de R$ 3,087 bilhões, valor 38% inferior ao segundo trimestre deste ano, "refletindo as maiores despesas operacionais, principalmente pela baixa dos valores relacionados à construção das refinarias Premium I e Premium II", segundo informa o balanço da Petrobras.
A companhia atribuiu a desistência dos projetos das refinarias à falta de parceiros e à revisão das expectativas de crescimento do mercado de combustíveis. A decisão de descontinuar os projetos, segundo a companhia, foi tomada no último dia 22 de janeiro.
"A companhia, diante dos resultados econômicos alcançados até o momento, consideradas as taxas previstas de crescimento dos mercados interno e externo de derivados e da ausência de parceiro econômico para a implantação, condição prevista no Plano de Negócios e Gestão da Companhia, PNG 2014-2018, entendeu que deveria encerrar estes projetos de implantação", citou a empresa, no balanço do terceiro trimestre de 2014.
Ainda segundo a Petrobras, a empresa adotará todas as providências necessárias para reestruturar os compromissos assumidos para os projetos das refinarias Premium I e II junto aos governos estaduais e municipais, agências reguladoras e outros órgãos envolvidos.
Dados do balanço
O balanço da Petrobras não traz as perdas esperadas por conta das denúncias de corrupção na estatal investigadas na Operação Lava Jato, conforme era esperado pelo mercado.
De acordo com o balanço, que não tem o aval da auditoria independente PwC, a petroleira teve lucro líquido de R$ 3,087 bilhões no terceiro trimestre do ano passado.
O valor representa uma queda de 38% em relação ao trimestre anterior em 2014, "refletindo o menor lucro operacional", segundo a Petrobras.
Já em relação ao terceiro trimestre de 2013, quando o lucro havia sido de R$ 3,395 bilhões, o recuo foi de 9,9%.
No acumulado de janeiro a setembro, o lucro foi de R$ 13,439 bilhões, uma queda de 22% frente ao mesmo período do ano passado.
*Com G1

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Danilo Forte sugere renúncia de Cid Gomes em defesa dos interesses do Ceará

O deputado federal Danilo Forte (PMDB) afirmou, nesta quinta-feira (29), que o ministro da Educação, Cid Gomes (PROS), deve renunciar ao cargo em defesa dos interesses do Ceará. Para Danilo, o ex-governador não pode se manter em um governo que age contra os interesses dos cearenses.

Na quarta-feira (28), a Petrobras anunciou o cancelamento da instalação da Refinaria Premium II, prometida desde o governo do ex-presidente Lula (PT). Entre 2009 e 2014, o Governo do Ceará investiu R$ 657 milhões em infraestrutura para receber a obra. Neste meio tempo, a vinda da refinaria foi garantida e muito utilizada nas campanhas eleitorais de Cid, Lula, da presidenta Dilma Rousseff e do atual governador Camilo Santana (PT).

Refinaria por ministério


Também nesta quinta-feira (29), o presidente de honra do PR, Roberto Pessoa, acusou em entrevista ao Blog do Eliomar, o ministro Cid Gomes de ter trocado "a refinaria de petróleo pelo Ministério da Educação". O ex-prefeito de Maracanaú lamentou o cancelamento da instalação da Refinaria Premium II.


(Ceará News7)

Eunício Oliveira cobra responsabilidades diante decisão da Petrobras

O senador Eunício Oliveira (PMDB) se disse envergonhado em relação à publicação da Petrobras, que decidiu encerrar os projetos das refinarias Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará. Segundo ele, R$ 657 milhões do erário  teriam sido investidos em intervenções, na esperança de que o equipamento fosse instalado no Estado, o que não aconteceu.
O peemedebista, que foi um dos entusiastas da instalação da Refinaria Premium II, afirmou que o empreendimento “virou pó”, ressaltando também que a proposta foi utilizada como “moeda política” nas eleições de 2014, quando ele foi candidato ao Governo do Estado. O parlamentar cobrou explicações e responsabilidades dos gestores responsáveis pelo início das obras da Refinaria
É uma vergonha que um investimento tão importante tenha sido tão mal planejado e gerenciado e encerre de maneira decepcionante o sonho da refinaria no Ceará. Muito suor e muito dinheiro, R$ 657 milhões dos cearenses, foram utilizados em uma refinaria que virou pó. Sonho que foi vendido inclusive, como moeda política nas eleições de 2014 aqui no Estado. Avalio que todos os autores dessas façanhas devem vir à público dar as devidas explicações e sejam responsabilizados”. 
(DN)

Tribunal de Contas dos Municípios amplia fiscalização de gastos com Carnaval

Todos os municípios que não haviam se manifestado sobre realização de carnaval e que agora estão lançando editais, ou aqueles que estão revendo posição sobre o patrocínio de festas, terão o  processo licitatório integralmente acompanhado pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará. Essa é a orientação do presidente do órgão, Conselheiro Francisco Aguiar, com desdobramento até o início do período momino. Os valores acumulados para os contratos previstos já superam a casa dos R$ 9 milhões.

OPERAÇÃO ESPECIAL DE FISCALIZAÇÃO - CARNAVAL 2015

  • BALANÇO PARCIAL : 52 Municípios acompanhados - 47 Municípios Inspecionados in loco
Semana de 19 a 23/01

- 16 Municípios iriam realizar festividades (Aquiraz, Aracati, Barroquinha, Beberibe, Bela Cruz, Camocim, Cascavel, Fortim, Granja, Pacoti, Palhano, Paraipaba, Paracuru, São Benedito, São Gonçalo do Amarante e Viçosa do Ceará);

- 24 Municípios não iriam realizar festividades (Acopiara, Aracoiaba, Barbalha, Baturité, Caucaia, Coreaú, Crato, Eusébio, Guaramiranga, Iguatu, Itarema, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Mauriti, Massapê, Moraújo, Mulungu, Pacajus, Palmácia, Russas, São Luis do Curu, Sobral e Ubajara);

- 07 Municípios estavam indefinidos (Icapuí, Ipu, Itapipoca, Maracanaú, Pindoretama, Trairi e Várzea Alegre);

- Valor das contratações até o final da semana de 23/01 - R$ 6.526.651,40 - 72% menor de 2014 - R$ 23,5 milhoes

Atualização dos dados em 29/01/2015

- 19 Municípios irão realizar festividades.

Da listagem inicialmente mencionada: Beberibe(R$ 792.256,65); Bela Cruz(R$ 93.000,00) e Viçosa do Ceará (150.000,00) desistiram dos festejos.

Já o Município de Icapuí, que encontrava-se no rol dos indefinidos, lançou Edital para a realização de festividades no valor de R$ 327.637,57.

O Município de Granja retificou o Edital alterando o valor estimado de R$ 360.000,00 para R$ 440.900,00.

Cascavel disponibilizou seus dois Editais passando o valor inicialmente informado de R$ 400.000,00 para R$ 511.143,59.

Aracati disponibizou a licitação relativa ao fornecimento de lanches e refeições no valor de R$ 165.400,00, agregando ao valor de R$ 1.880.300,00, passando assim para R$ 2.045.700,00.

Pacoti alterou o valor inicialmente divulgado de R$ 100.000,00 para R$ 123.666,77.

Os municípios de ITAIÇABA, CARNAUBAL, JAGUARUANA, HORIZONTE, TIANGUÁ, ORÓS e BREJO SANTO, apesar de não terem feito parte do escopo da fiscalização in loco, lançaram Editais para realização do Carnaval 2015.

Desses municípios, até o momento, apenas BREJO SANTO E ORÓS anunciaram a revogação do Edital.

ITAIÇABA - VALOR ESTIMADO EM R$ 247.953,18
CARNAUBAL - VALOR ESTIMADO EM R$ 4.000,00
JAGUARUANA - VALOR ESTIMADO EM R$ 682.295,00
HORIZONTE - VALOR ESTIMADO EM R$ 1.477.853,01
TIANGUÁ - VALOR ESTIMADO EM R$ 689.241,50

- 29 Municípios não irão realizar festividades. Da listagem inicialmente mencionada foram acrescentados os municípios de: Beberibe, Bela Cruz, Trairi, Várzea Alegre e Viçosa do Ceará.

- 04 Municípios estão indefinidos: Ipú, Itapipoca, Maracanaú e Pindoretama.

- Valor das contratações até o dia 28/01 - R$ 9.301.486,37 – 60,42% menor de 2014 - R$ 23,5 milhoes

Toda a documentação está sendo solicitada pelo TCM para análise.

O TCM continua  acompanhando as publicações de Editais no Portal de Licitações do órgão, nos meios de comunicação, e, em especial, nos municípios que ainda não receberam fiscalizações.

* Com informações do TCM

Cid defende cortes na Educação: 'somos solidários ao ajuste, vamos cortar até o osso'

Empenhado em preservar a imagem do governo Dilma, o ministro da Educação, Cid Gomes (PROS), saiu em defesa do corte de verba – de quase R$2 bilhões ao mês – nos 39 ministérios, determinado pela presidente no início de janeiro de 2015.

Cid se diz "solidário ao ajuste" e disposto a "cortar até o osso", pois o início de um novo governo é o único momento em que ajustes podem ser feitos e gorduras podem ser poupadas.

"Não faço coro ao discurso contra os cortes, eu sempre pratiquei esforços fiscais para diminuir despesas meios", afirmou o cearense, referindo-se a despesas como conta de energia, água, diárias, viagens, hospedagens, dentre outros.

Para o ministro, os R$ 7 bilhões anuais que serão subtraídos do orçamento destinado à Educação podem ser economizados apenas com a contenção dessas despesas de custeio. Com isso, as medidas de ajuste não afetarão nem os principais programas, nem as demandas mais urgentes da pasta, cuja área foi anunciada pela presidente Dilma Rousseff (PT) como a "prioridade das prioridades" de seu segundo mandato.

"Somos solidários ao ajuste e vamos cortar até o osso no que for despesa meio, mas os programas finalísticos do ministério não serão afetados. A diretriz é ir até o limite no que não é programa fim. Temos cerca de R$ 121 bilhões que são imunes a cortes, então vamos procurar atingir a meta que foi colocada no planejamento da Fazenda sem afetar o que é principal, como bolsas de estudo, capacitação de professores, transporte escolar e tudo o que é direto na escola", argumentou Cid Gomes.

* Com O Globo. 

Protesto de estudantes está marcado para sexta-feira em Canindé

Um ato público da Associação dos Universitários de Canindé (Aunican) está marcado para esta sexta-feira (30), com concentração em frente à Prefeitura do Município, no bairro Imaculada Conceição.

O grupo reivindica o pagamento da dívida dos ônibus que levam os universitários de Canindé a Fortaleza e quer sensibilizar órgãos públicos para que patrocinem os veículos para os estudantes.

Segundo a presidente da Aunican, Joice Mendes, os universitários associados contavam com três ônibus para se deslocarem às universidades de Fortaleza. Um deles era de responsabilidade da Prefeitura, que não realizou o pagamento no ano passado e a dívida chegou a R$ 84 mil.

A concentração em frente à Prefeitura acontece a partir das 7 horas. Em seguida, o grupo pretende percorrer ruas da cidade e fechar o tráfego para chamar atenção da sociedade.


(Ceará News7) 

Termina hoje o prazo para se inscrever no ProUni

Termina hoje (29) o prazo para se inscrever no Programa Universidade para Todos (ProUni). As inscrições podem ser feitas pela internet, na página do programa. Também hoje, os candidatos têm acesso às últimas notas de corte. Até a noite de ontem, o ProUni registrou 1.196.340 inscritos. Administração era o curso mais procurado, com 230.657 inscrições, segundo balanço do Ministério da Educação (MEC).

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 2 de fevereiro. Os selecionados deverão comparecer às instituições para comprovar as informações prestadas na inscrição de 2 a 9 de fevereiro. No dia 19 será divulgado o resultado da segunda chamada. Aqueles que não forem selecionados, poderão participar da lista de espera nos dias 2 e 3 de março.

O programa oferece bolsas no ensino superior privado com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este ano, serão ofertadas 213.113 bolsas – 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas serão para 30.549 cursos, em 1.117 instituições de ensino superior privadas.

Uma vez por dia, o ProUni calcula a nota de corte, que é a menor pontuação exigida para ficar entre os prováveis pré-selecionados de cada curso, com base no número de bolsas disponíveis e no total dos candidatos inscritos, por modalidade de concorrência. O candidato que desejar pode mudar de opção até o final do período de inscrição.

De acordo com o MEC, a nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento da inscrição, não sendo uma garantia de pré-seleção à vaga oferecida. A nota de corte pode ser consultada no portal do ProUni no linkPesquisar bolsas.

Podem concorrer às bolsas estudantes que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede particular, na condição de bolsista integral. É preciso ainda comprovar renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, no valor de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser de até três salários mínimos.

Para se inscrever, o candidato deve ter participado do Enem de 2014 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado 0 na redação. Outra condição é que ainda não tenha diploma de curso superior.
Professores do quadro permanente da rede pública de ensino que concorrerem a cursos de licenciatura também podem participar do ProUni. Nesse caso, não é necessário comprovar a renda.

Veja os cursos mais procurados no ProUni:
1. Administração - 230.657
2. Direito  - 208.095
3. Pedagogia  - 119.214
4. Engenharia civil  - 115.544
5. Ciências contábeis - 107.779
6. Psicologia - 95.394
7. Enfermagem - 93.161
8. Educação física - 91.158
9. Fisioterapia - 70.922
10. Serviço social - 65.186
(Agência Brasil)

Facebook Sua Opinião Faz Toda a Diferença completa 02 anos

A fanpage Sua OpiniãoFaz Toda a Diferença completa 02 anos de existência nesta quinta-feira, 29. Foi tudo devagar, um a um, clic por clic, compartilhamento por compartilhamento, curtida por curtida. 

Está página não existiria sem vocês. Favoráveis, neutros ou contrários às opiniões aqui emitidas, a participação dos leitores foi, é e será a razão de ser deste espaço.



Muito obrigado!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Bolsa Família poderá ter maior controle social

A ampliação dos mecanismos de controle social sobre o Programa Bolsa Família, proposta pela senadora Ana Amélia (PP-RS), será analisada pelo Senado na retomada dos trabalhos legislativos, a partir da próxima semana.
O foco do PLS 405/2014 é fortalecer a fiscalização do programa pela população e evitar desvios como o cadastramento irregular de beneficiários, pagamento a pessoas já falecidas e recebimento de benefícios por quem tem renda acima da admitida no programa.
O texto modifica a Lei 10.836/2004, que criou o Bolsa Família, para determinar ampla divulgação dos meios à disposição da população para denúncia de irregularidades e desvios no programa.
Também prevê que a não criação ou a inoperância dos conselhos municipais do Bolsa Família resultará na suspensão da transferência dos recursos para aquela cidade. Ana Amélia afirma que os conselhos, instâncias locais de controle social do programa, inexistem ou têm funcionamento precário em muitos municípios.
A autora sugere ainda determinar que, na avaliação e no controle da execução do programa, seja feito o cruzamento de informações constantes de bases de dados, cadastros e registros dos entes da Federação e dos agentes executores.
O Programa Bolsa Família não é baseado na distribuição aleatória e descontrolada de dinheiro público, de modo que o controle e, sobretudo, a participação social são fundamentais para o seu sucesso, contribuindo para que as responsabilidades de todos os envolvidos, inclusive dos beneficiários, sejam efetivamente cumpridas”, observa Ana Amélia.
O projeto tramita na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) e depois será examinado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), em decisão terminativa.
(Agência Senado)

Promessa de Lula e Cid Gomes, Petrobras cancela projeto da Refinaria do Ceará

O projeto da Refinaria Premium II, no Ceará, teve seu futuro investimento descontinuado pela Petrobras. O anúncio veio por meio do balanço do terceiro trimestre divulgado na madrugada desta quarta-feira (28). Prometido pelo ex-governador Cid Gomes e confirmado pelo ex-presidente Lula durante discurso no próprio estado em 2008, o projeto foi anunciado como uma redenção para a economia local, mas não vai sair do papel.
Na época, o governo do Estado, então chefiado por Cid, havia investido pelo menos R$ 600 milhões para viabilizar o projeto. O Porto do Pecém, na Região Metropolitana de Fortaleza, recebeu investimentos, a água foi garantida, uma comunidade indígena seria reassentada, uma rodovia foi construída e um terreno de dois mil hectares foi comprado.
Para confirmar o sonho, o então presidente Lula até voltou ao Ceará no fim de seu mandato, em 2010, para lançar o que seria a pedra fundamental, mas depois de sete anos de espera, a Petrobras anunciou a descontinuidade do projeto da refinaria. A suspensão é resultado do cenário econômico e, também, da crise de recursos e de corrupção que assola a estatal.
Prejuízos
A descontinuidade do projeto é uma péssima notícia para a economia local. Principalmente para o setor industrial, provavelmente a área da economia que mais seria beneficiada com a refinaria. Prejuízos também para a educação, pois um curso de Engenharia de Petróleo foi criado no Ceará após o anúncio da Premium II. A primeira turma se forma neste ano.
(Tribuna) 

Lavras/Ce: Sobrinho do prefeito e filho do secretário de obras faz deboche com o descaso da gestão municipal para com a Vila Várzea Beta

Na noite de ontem (27), o Blog Na Boca do Povo Lavras e a página no facebook Sua Opinião Faz Toda a Diferença publicou uma matéria sobre a situação da vila Várzea da Benta, em Lavras da Mangabeira/Ceará com o título “Moradores da Várzea da Benta sofrem descaso e abandono da prefeitura de Lavras da Mangabeira”.

Logo após a publicação, o sobrinho do prefeito municipal e filho do secretário de obras, João Lima, fez um comentário debochado na matéria dizendo o seguinte: “descaso total”. Minutos depois, o comentário foi retirado do ar pelo mesmo.


Lembramos que a nossa intenção não é prejudicar ninguém e sim divulgar os fatos que acontecem no município de Lavras da Mangabeira e região.

Fortaleza é a capital com maior Índice de Homicídios de Adolescentes

Fortaleza é a capital brasileira com o maior Índice de Homicídios de Adolescentes (IHA), segundo estudo do Programa de Redução da Violência Letal Contra Adolescentes e Jovens, divulgado nesta quarta-feira (28). Segundo o levantamento relativo a 2012, o IHA de Fortaleza é de 9,9, à frente de Maceió (9,4) e Salvador (8,3).
O IHA é medido pelo número de adolescentes vítimas de violência em proporção à população da cidade na mesma faixa etária e estima a quantidade de jovens que podem ser mortos nos próximos anos, caso não sejam tomadas medidas preventivas. Em Fortaleza, a estimativa é de que 2.988 adolescentes podem ser assassinados caso não haja redução efetiva da violência urbana.
O IHA expressa, para cada grupo de 1.000 adolescentes que completaram 12 anos, quantos não completarão 19 anos. O estudo mostra também que o Índice de Homicídios de Adolescentes aumentou em mais de quatro vezes desde 2005, o maior aumento entre as capitais brasileiras.
Entre capitais e demais cidades do Brasil, Fortaleza tem o 4º maior IHA. O município com o índice mais elevado é Itabuna, com 17,11 adolescentes mortos para cada grupo de 1.000. Cariacica, Serra, Fortaleza, Camaçari e Maceió são os municípios seguintes, com valores superiores a 9.
Ainda de acordo com o estudo, a região Nordeste apresenta, nos últimos anos, valores crescentes e acima da média nacional. Em 2012, Fortaleza, Santa Rita (PB), Maceió, Eunápolis (BA), Itabuna (BA), Lauro de Freitas (BA), Porto Seguro (BA), Salvador, Simões Filho (BA), Teixeira de Feitas (BA) e Vitória da Conquista (BA) revelaram índices considerados altos, todos acima de oito adolescentes perdidos.
Em todo o Brasil, "se nada for feito, nós teremos as 42 mil mortes. A proposta do pacto é uma urgência. É uma ação do governo federal na construção de um plano nacional para prevenir as mortes de adolescentes e acabar com esse ciclo de violência", afirmou a ministra Ideli Salvatti, destacando que é fundamental a integração dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo para a realização desse plano.
(G1)